quarta-feira, 15 de julho de 2009

Sugar On Stick: Linux para pendrives voltado a crianças

A empresa Sugar Labs, responsável pelo software que roda nos laptops da OLPC (One Laptop Per Child), desenvolveu uma versão do seu sistema operacional que roda num pendrive e custa apenas US$ 5.

Sugar On a Stick - sistema operacional para pendrives a partir de 1 Gigabyte. Colocado na porta USB da máquina o sistema começa a rodar e funciona em PCs e Macs com processador Intel.

Originário do projeto OLPC, o famoso "laptop de US$ 100", foi desenvolvido em Linux e exige pouco da máquina onde for instalada, o que o torna versátil em computadores antigos. Roda em micros com processador de 433 MHz e 256 MB de RAM. Custo: US$ 5, mas pode ser baixado gratuitamente no site oficial:  wiki.sugarlabs.org


CARACTERÍSTICAS: Interface desenhada especialmente para crianças. O modelo padrão traz 40 atividades,  programas de desenho, software para composição musical, navegador de internet e jogos, que permitem, por meio de um sistema de programação simples, criar animações e atividades interativas, como jogos ou livros com histórias animadas. "Nós daremos nova vida aos milhões de computadores antigos”, garante Walter Bender, presidente do projeto.









Powered by ScribeFire.

Pandorga GNU/Linux

A distribuição educacional Pandorga GNU/Linux, é uma ferramenta com 120 atividades pedagógicas eficazes no auxílio do ensino infantil e fundamental especialmente em escolas públicas.

News49
Surgindo a partir da necessidade de professores e profissionais de diversas áreas das escolas municipais da cidade de Cachoerinha/RS, que participaram de uma pesquisa, cujo resultado foi a necessidade de um pacote de programas pedagógicos específico para seus laboratórios de informática.

Nosso slogan "É divertido educar" resume a distribuição, que recebeu o nome de pandorga, ou pipa em outros estados, num significado de liberdade e brincadeira.
Liberdade por seguir a ética e as diretrizes do Software Livre, e brincadeira por acreditarmos que o ensino numa forma mais lúdica pode ser uma maneira fácil de aprender e aumentar o interesse pela disciplina.

Criado em 2006, o Pandorga participa dos mais importantes congressos da área com artigos, grupos de usuários e stands ganhando destaque a cada ano.
        ◦ 8º , 9º e 10º Fórum Internacional de Software Livre (Porto Alegre/RS)
        ◦ IX Ciclo de Palestras sobre Novas Tecnologias na Educação (CINTED/UFRGS)
        ◦ I Mostra de Pesquisa Científica da ULBRA/Gravataí (ganhado destaque
            especial)
        ◦ Dia da Liberdade de Software 2008 (Novo Hamburgo/RS)
        ◦ Latinoware 2008 (Foz do Iguaçu/PR)
        ◦ 4º Encuentro em Línea de Educación y Software Libre (México)
        ◦ II Congresso de Software Livre do Interior Paulista (Araras/SP)
        ◦ Festival de Instalação de Software Livre (Goiânia/GO)
    

  • 2009 (confirmado):

        ◦ Julho: Palestra sobre Software livre e acessibilidade (Passo Fundo/RS)
        ◦ Julho: World Conference on Computers in Education (Bento Gonçalves/RS)
        ◦ Setembro: Dia da Liberdade de Software 2009 (Novo Hamburgo/RS)
        ◦ Outubro: Latinoware 2009 (Foz do Iguaçu)
       Em sua maioria as escolas estão investindo e recebendo incentivo do governo para modernizar e estruturar laboratórios de informática, mas o que fazer com eles?
Em visita às escolas e palestras em vários eventos, constatamos a não utilização ou a utilização dos laboratórios servindo apenas como acesso à internet de forma pouco pedagógica.
       A RKrüger T.I. Ltda esta voltada ao ensino do futuro, acompanhando tendências e evoluções, como exemplo mostrado na Revista Época na edição em maio de 2009, "O Brasil em 2020". A empresa trabalha na disseminação e viabilização de projetos educacionais, como o Pandorga GNU/Linux, no auxilio e preparo de escolas para essa nova tendência, na qualificação do ensino infantil e fundamental, na diminuição da evasão escolar e na inclusão social e digital. Fonte: Software Livre

DOWNLOAD DO PANDORGA





Powered by ScribeFire.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Skype para Linux

Skype para Linux

Baixe a última versão.

Skype 2.0 para Linux


Skype For Linux

A última versão apresenta as chamadas com vídeo de graça para Linux.

Faça chamadas direto do seu computador de graça para outros usuários Skype, economize pagando tarifas super baratas ao ligar para telefones em qualquer lugar do mundo. E aproveite a incrível qualidade de áudio, é como se você estivesse ao lado da pessoa com quem está falando.

Recursos

O Skype está cheio de recursos bacanas e muitos são de graça. Não importa onde você está, estará sempre em contato.

E se você tiver amigos que ainda não usam o Skype, você paga muito pouco para ligar para telefones em qualquer lugar do mundo.

  • Chamadas com vídeo de graça com qualquer usuário Skype.
  • Chat em grupo com até 150 pessoas.
  • Conferência com até 25 pessoas.

Novidades nesta versão

Video call
Chamadas com vídeo de graça
Veja com quem você está falando.

  • Requerimentos de hardware
  • Processador de 1 Ghz processor ou superior
  • 256 MB RAM.
  • 20 MB memória livre no seu HD.
  • Microfone e alto-falantes ou headset.
  • Conexão com a Internet – banda larga é a melhor opção (GPRS não suporta chamadas de voz).
  • Driver para Vídeo card com suporte Xv .
  • Requerimentos de software
  • Qt 4.2.1+
  • D-Bus 1.0.0
  • libasound2 1.0.12

Informações Técnicas
Versão: 2.0.0.72





Powered by ScribeFire.

Instalar programas no linux Kurumin

No Kurumin você instala programas assim:

1 - conecta à Internet
2 - abre o konsole e digita su e tecla ENTER. Vai pedir a senha do root
3 - no mesmo terminal (konsole) digita: apt-get update. Tecla ENTER e aguarde.
4 - no mesmo terminal (konsole) digita: apt-get install nome_do_programa . tecla ENTER.

O passo 3 não precisa ser feito sempre . Pelo menos uma vez por semana.
Mas precisa ser feito uma vez antes de instalar o primeiro programa.




Powered by ScribeFire.

Comandos Linux

Alternar entre as abas do mozilla/firefox
Tecle ALT+n

Sendo o que "n" é o número (posição) que se encontra a aba.

instala um pacote com a fonte indicada:
apt-get -t [fonte] install [nome do pacote]

Substituindo 'fonte' por:
stable, testing ou unstable

Execudando arquivos.run
$ chmod +x arquivo.run
$ ./arquivo.run

Atualiza o pacote escolhido
# upgradepkg pacote.tgz

Remove um pacote tgz
# removepkg -warn pacote

Instala um pacote tgz
# installpkg pacote.tgz

Formatar partição com ReiserFS
# mkfs.reiserfs /dev/hdx

Onde o "x" é o número da partição.

Remove o driver da nvidia:
# nvidia-installer --uninstall

Limpar histórico
$ history -c

Descompactar arquivos.rar
$ rar x arquivo.rar

Compactar recursivamente com rar
$ rar a nome.rar diretorio/*

Remove trabalhos da fila de impressão
# lprm

Informações sobre um pacote
$ [nome do pacote] --version


Descompactar tar.gz
$ tar -xzvf arquivo.tar.gz

Executando arquivos.run
$ chmod +x arquivo.run
# ./arquivo.run

Acesso via SSH
$ ssh -l usuario servidor

Executando arquivos.bin
$ chmod +x arquivo.bin
# ./arquivo.bin

Remove pacotes ".deb"
# dpkg -r pacote.deb

Reiniciando o "X"
Para reiniciar o ambiente gráfico(X), basta apertar as teclas CTRL+ALT+BACKSPACE simultaniamente

Instala pacotes ".deb"
# dpkg -i pacote.deb
Procura por pacote rpm:
$ rpm -qa|grep nome-do-pacote

Descompacta arquivo zip
$ unzip arquivo.zip

Compacta arquivos com o "zip"
$ zip nome.zip arquivo1 arquivo2 arquivo3

Da permissão total a um arquivo e/ou diretório:
$ chmod 777 arquivo

Confirma antes de apagar os arquivos:
$ rm -i arquivo1 arquivo2 arquivo3

Lista arquivos e diretórios ocultos com permissões:
$ ls -la

Perigoso, apaga qualquer arquivo e diretório e todo seu o conteúdo:
$ rm -rf

Da permissão de execução para um arquivo:
$ chmod +x arquivo

Instalando o mplayer no gentoo:
# USE="+gtk" emerge mplayer

Pesquisar apenas um comando:
$ history | grep comando

Força o arquivo a ser apagado:
$ rm -f arquivo1 arquivo2 arquivo3

Lista diretórios e arquivos ocultos:
$ ls -a

Mostra o PID do shell que está sendo rodado:
echo $$

Visualiza o conteúdo de um arquivo com paginação:
$ more arquivo

Muda o usuário e grupo de um diretório e todo seu conteúdo:
$ chown -R usuario.grupo deretorio

Matando um processo:
$ kill -9 numero_do_processo

Visualiza o conteúdo de um arquivo:
$ cat arquivo

Compactar arquivos e/ou diretórios em tar.gz
$ tar -zcf nome.tar.gz arquivo-e-ou-diretorio-a-ser-compactado

Compactar arquivos e/ou diretórios em tar.bz2 -Recomendo, é o que apresenta uma melhor compactação-
$ tar -jcf nome.tar.bz2 arquivo-e-ou-diretorio-a-ser-compactado

Informa qual o tipo de arquivo:
$ file arquivo
Descobre a versão do kernel:
$ uname -r

Exibe o histórico de logins e logouts de usuários baseado no conteúdo do arquivo /var/log/wtmp
# last

Copiar e colar usando a seleção do mouse:
Selecione o texto com o mouse e cole o conteúdo selecionado apertando o botão do meio(mouse com 3 botões) ou com os 2 botões simultaniamente(mouse com 2 botões).

Cria um link simbólico para um arquivo já existente:
$ ln -s arquivo caminho

Motra todos os comandos que fora digitados:
$ history

Mostra informações como: versão do kernel, arquitetura usada, nome da máquina.
$ uname -a

Manual de algum comando ou programa:
$ man nome

Troca o metacity pelo sawfish no gnome:
$ killall -9 metacity & sawfish

Executa um comando após o outro:
$ programa1 & programa2

Mostra quanto tempo a máquina está ligada:
$ uptime

Renomeia ou move arquivos e diretórios:
$ mv nome-original nome-modificado
ou
$ mv arquivo1 arquivo2 arquivo3 destino

Dece um diretório:
$ cd ..

Apaga arquivos e/ou diretórios:
$ rm arquivo1 arquivo2 arquivo3

Muda de diretório:
$ cd diretorio

Roda comandos em background, deixando o terminal livre:
$ programa &

Pipe(|) direciona a saída de um comando para entrada de outro:
$ ls -l | more

Mostra suas informações de usuário:
$ whoami

Lista arquivos e/ou diretórios com permissões:
$ ls -l

Mostra a data e hora na tela:
$ date

Mostra quem está logado no sistema:
$ who

Verifica o espaço total em um diretório:
$ du -sh diretorio

Cria usuário com terminal colorido:
# useradd nome-do-user -d/home/nome-do-user -p1q2w3e -s/bin/bash

Exibe o buffer de anel do kernel e as mensagens de inicializacao do sistema:
$ dmesg

Dando PanScan(Zoom) no Mplayer. Serve apenas para o modo de vídeo "xv".
Letra "w" = menos zoom
Letra "e" = mais zoom

Procura por um arquivo:
$ find / -iname nome-do-arquivo

Com o comando "find", você pode fazer uma busca e "jogar para o lixo o que não quer", retornando apenas o arquivo e/ou diretório especificado:

$ find / -iname nome-do-arquivo 2>/dev/null

Lista todos os processos rodando na máquina:
$ ps -aux

Verifica o espaço em cada diretório:
$ du

Continua download no wget:
$ wget -c URL

Lista as mídias instaladas no mandrake:
# urpmq --list-media

Copia diretórios e permanece as permissões:
$ cp -p diretorio-origem /diretorio-destino

Copia diretórios:
$ cp -r diretorio-origem /diretorio-destino

Agilizando sua conexão SSH
$ ssh -C usuario@servidor.com

Forçar instalação de Pacote RPM:
# rpm -ivh nome-do-pacote.rpm --nodeps

Vários ambientes X:
abra um terminal "ctrl+alt+f2" e digite:

$ xinit -- :2

Rebootar o linux:
# reboot

Desligar o linux:
# halt

Ajuda de algum comando:
$ nome --help

Exibe a arquitetura de hardware do pc atual:
$ arch

Exibe um calendario:
$ cal

Verifica se os dispositivos estão com o suporte DMA ativados:
# hdparm -i /dev/hdX

Onde o "X" é o número correspondente aonde o HD está instalado, exemplo:

hda - Master principal
hdb - Slave principal
hdc - Master secundário
hdd - Slave secundário
Descompactar arquivos ".rar"
$ unrar x arquivo.rar

Exibe informações sobre a memoria em MB:
$ free -m

Assistindo DVD's no mplayer:
Para assistir DVDs no mplayer, é preciso que você faça um link simbólico para que o disco de DVD abra corretamente. Então logue em um terminal como root e digite o seguinte:

# ln -s /dev/cdrom /dev/dvd


Alterar entre os ambiente, dica para o KDE:
segure "ctrl" em seguida aperte "tab"

Executando comandos pelo Desktop:
Uma dica simples mas útil, quando quiser executar uma aplicação
rapidamente, aperte "alt+f2" que será aberta uma caixa para você digitar a aplicação que deseja executar - serve tanto para KDE quanto para o Gnome -

Ativar modo fullscreen no gmplayer:
Basta mudar em "Preferences" > "Videos", para o opção "xv". Quando o filme estiver rodado, basta apertar a tecla "f".

Tira screenshot da tela com tempo de 10 seg:
$ sleep 10 && import -w root nome.png

Cria um diretório:
$ mkdir nome

Verifica o espaço disponivel no HD:
$ df -h

Mostra o diretório em que se encontra:
$ pwd





Powered by ScribeFire.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Sites Linux

Nenhum comentário: Links para esta postagem

Seguidores